Figueira do Victor Konder: comunidade faz vigilância

fotoarvores

O final de semana passou e a figueira da Rua Heinrich Hosang do bairro Victor Konder não foi cortada. Os moradores do condomínio Porto Real, que tem a árvore na frente, foram avisados que o corte seria no sábado (7), sendo orientados a tirar o carro da garagem (ou deixar lá, sem poder tirar durante algumas horas). A mobilização que surgiu na internet contra o corte fez um plantão desde às 6h30min para garantir que ela não fosse cortada e ninguém apareceu.

Cartazes foram deixados na figueira com mensagens contra o corte, mas o maior deles foi arrancado na madrugada de domingo para segunda-feira. Os mobilizadores pretendem colocar outro no lugar. Não se sabe quando será feito o corte, mas os moradores do Porto Real contrários a ação prometem avisar se receberem outra notificação em relação aos carros.

Na sexta-feira (6), representantes da Associação Catarinense de Preservação da Natureza (Acaprena) fizeram uma reunião com a promotora Monika Pabst para tentar rever o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) que determinou o corte, mas sem sucesso. Segundo informações repassadas ao Cidade Plural, a promotora foi irredutível alegando que o caso já se arrasta há dois anos. O motivo do corte é a questão da mobilidade urbana, já que a calçada está muito curta com a árvore. Acaprena e outros da mobilização defendem um alargamento da calçada para manter a figueira no local.