Arquiteta blumenauense foi speaker no TedxFreiburg, na Alemanha

3 de dezembro de 2017
Redação Cidade Plural

Foto: Fabio Smitka

 

Ontem, 2 de dezembro, em Freiburg, a arquiteta blumenauense Carolina Viviane Nunes, participou como speaker do TedxFreiburg, na Alemanha.

Carolina é participante do Programa Chanceler Alemã para Futuros Líderes, e desenvolve projeto sobre Rios e Cidades.

Junto à Universidade Técnica de Munique, está investigando a integração entre natureza e espaços públicos nas cidades.

Ela falou com o Cidade Plural horas depois de ter participado do evento:

“Eu fiz um paralelo entre os valores da sociedade industrial e a materialização disso nas cidades e questiono como deve ser a cidade que reflete os valores do nosso tempo, em que diversidade, singularidades e sustentabilidade. O mundo já não é mais fixo como era antigamente, a nossa modernidade é fluída e líquida como os rios. Por que as margens dos rios precisam ser controladas e concretadas? Junto com humanizar as cidades com suas próprias singularidades e valores, os rios são uma peça importante, pois são a ligação entre natureza, cidade e sociedade. Mais de 50% da população mundial mora em áreas urbanas, mais de 80% no brasil. As cidades são os habitats humanos  e podemos melhorar isso através do planejamento urbano”. 
“Eu destaco o conceito de renaturalização de rios. Esse modelo de retificar, concretar as margens, é uma pagina virada na Alemanha. Hoje, se faz justamente o contrário, retirar o concreto das margens com 3 objetivos: melhor proteção contra enchentes, melhores condições para os ecossistemas naturais e mais e melhores espaços públicos para lazer, sempre muito integrados com a natureza. No evento, claro, eu falo disso através de historias, de uma maneira mais leve e não técnica”.
Para conferir o trabalho que ela desenvolve acesse o site clicando aqui
Foto: Fabio Smitka
Organizado por voluntários de maneira não lucrativa, o TEDxFreiburg é de natureza independente, e com a autorização da organização TED, que tem como lema dar espaço às “ideias que merecem ser compartilhadas”.